Opinião

Se...

• Favoritos: 3


Ficamos assustados, atormentados ao olhar para esta pequeníssima palavra, se... Podemos ir à procura de muitos outros “...ados”. Aparte a gramática, isso deixo para vocês se entreter!
E isso acontece quando começo a pensar na crónica seguinte. A questão é que por estes dias, deparei-me com o se ... Leva-me para a minha mãe quando me viu pela primeira vez, deve ter perguntado “E se fosse menina?” Depois pela vida fora vamo-nos deparando com muitas encruzilhadas e perguntamos a nós próprios se o caminho não é aquele? Se tivesse seguido outro caminho? Se não acordar? Se não dormir? De repente lembro-me que o se foi para muitos de nós uma brincadeira, tanto que quando num grupo de amigos a conversa nos levavam para os ses logo alguém responderia “Se a minha avó não tivesse morrido ainda hoje era viva!”
Por vezes, chegamos mesmo a ficar com um ar apalermado, lamechas, melancólico, poético... enfim, o que quiserem! Se... esqueçam, não adianta. Para completar o ramalhete transcrevo algumas citações:
• “A honra não se ganha, só se perde.” (Arthur Schopenhaver)
• “Poucas amizades subsistiriam se cada um soubesse aquilo que o amigo diz de si nas suas costas.” (Blaise Pascal)
• “Se estivesse em causa avaliar os serviços prestados à ciência, a rã ocuparia o primeiro lugar.” (Claude Bernard)
• “Um homem não pode bem escrever se não gostar um pouco de ler.” (Clement Marot)

Nas músicas voltei ao vinil para ouvir Mahalia Jackson, Newport 1958.
Nos livros, “Filosofia Felina – os gatos e o sentido da vida”, de John Gray.
Festas felizes...

3 Recomendações
4 visualizações
bookmark icon