Sociedade

Família síria diz que filho é discriminado na escola

• Favoritos: 62


Um casal sírio, queixa-se de um dos filhos ter sido alvo de discriminação na escola. A Cruz Vermelha confirma a situação, mas diz que “não foi reiterada” e que avisou a escola. O Agrupamento Serafim Leite nega que seja bullying.

A ‘O Regional’ o casal sírio informou que tem quatro filhos a estudar na cidade, sendo que três deles estão “integrados”. Mas o mais velho (de 11 anos) passou por episódios de “bullying e discriminação” que lhe retiraram a vontade de ir para a escola.
De salientar que a conversa com o casal decorreu através de uma resposta de tradução por chamada telefónica, através de uma intérprete, pois estão em S. João da Madeira há menos de um ano, não sendo possível ainda comunicar em português com clareza.
Assim, “infelizmente, o meu filho está a ser sujeito ao bullying por colegas que estão sempre a chamá-lo sírio”, denuncia a mãe.
“O menino não gosta de ser chamado sírio, fui à escola e pedi para o mudarem, mas não consegui e o meu filho está a sofrer, pois sírio para ele é como se fosse um palavrão”, refere a mulher.
Para o casal, “a culpa não é dos colegas”, mas sim “da escola”, porque quando chegaram a Portugal o menino tinha 10 anos e “devia estar no 4º ano”, mas foi colocado no 2º ciclo, sendo árabe e não sabendo falar português. “Para ele é muito difícil acompanhar o ritmo das aulas”, apontam os pais.
No seguimento, a família denuncia que há “discriminação não só pelos colegas, mas também pelos professores”, informando que já falou com a Cruz Vermelha, “mas infelizmente nada foi feito”.
O casal diz que, no geral, tem sido bem recebido pela cidade e se sente respeitado. Os outros três filhos “estão a ser bem integrados”.
Outro aspeto mencionado pelo casal são as dificuldades na compreensão dos e-mails enviados pela escola, por estes serem escritos em português. Referem também que um dos filhos, de sete anos, é surdo, considerando que deveria estar a ter um acompanhamento “especial” por essa razão.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3866 de O Re­gi­onal,
pu­bli­cada em 18 de novembro de 2021

62 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
1189 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *