Negócios

Sanjotec acolhe “Roteiro para a Indústria 4.0”

• Favoritos: 47


Decorreu no auditório da Sanjotec, ontem, quarta-feira, o seminário “Roteiro para a Indústria 4.0”, onde o setor automóvel foi um dos destaques, num evento que pretendeu abordar mecanismos de financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Na sessão de abertura, o Presidente da Câmara de S. João da Madeira, Jorge Sequeira, que é também o responsável máximo da Sanjote, sublinhou que este é o “primeiro evento público”, dirigido a empreendedores, em S. João da Madeira, para abordar “mecanismos de financiamento”, no processo de digitalização.
Assim, “oferece uma oportunidade de contacto com a realidade do PRR”, sendo igualmente uma “oportunidade de troca de experiências”, segundo sustentou Sequeira.
Por sua vez, numa mensagem remetida para S. João da Madeira, o Ministro da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, considerou que, nos próximos anos, deverá haver um “reforço do investimento industrial na Europa”. Num campo “crítico” da digitalização da indústria, considerou que “Portugal está bem colocado”, estando num grau “elevado” no campo da indústria, com “setores de ponta”.
Para o governante, o investimento, a capacitação do tecido industrial e a participação na maior Feira Industrial do mundo serão oportunidades para “acelerar a transformação e a captação de maior valor para a indústria” nacional com o PRR e o PT 2030 a serem usados nesse sentido.
Durante o dia de ontem, o painel “Indústria 4.0: Desafios e recomendações”, moderado por Martinho Tavares Oliveira, contou com os diretores gerais da COTEC Portugal e da academia de formação profissional ATEC, respectivamente Jorge Portugal e João Carlos Costa, bem como representantes do Polo das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica - TICE.PT, do INEGI - Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial, e da POLISPORT.
Moderado por Fernando Machado, do Cluster Automóvel de Portugal – Mobinov, houve um painel para analisar as tendências na indústria automóvel, onde como convidados estiveram representantes de grupos empresariais como a Volkswagen Autoeuropa, Stellantis, Faurecia e Simoldes.
Um último painel incidiu sobre as oportunidades o financiamento da Indústria 4.0 e teve como oradores João Borga, Administrador Executivo da Agência Nacional de Inovação (ANI), Ricardo Banha, coordenador da transição digital no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e Paulo Cunha, da FNWAY Consulting.
O seminário pretendeu sensibilizar as empresas para a introdução de tecnologias associadas à chamada 4.ª Revolução Industrial, debater o impacto desses investimentos e os desafios associados, dar a conhecer medidas de financiamento, e fomentar momentos de “brainstorming” e “networking” entre os participantes.
O evento contou ainda com uma zona expositiva, com destaque para algumas empresas e entidades ligadas ao ecossistema Sanjotec e com apresentação de produtos e demonstrações tecnológicas.
Desenvolvido no âmbito do projeto “i4.0 Lead Digital Transformation”, o seminário foi promovido pela Sanjotec, Associação Fraunhofer Portugal Research e Associação de Empresas para Rede de Inovação em Aveiro (Inova-RIA). O objetivo do projeto é identificar as condições para o desenvolvimento da indústria no novo paradigma de Economia Digital. Com intervenção na Região Norte e Centro, é cofinanciado pelo COMPETE 2020.

47 Recomendações
48 visualizações
bookmark icon