Cultura e Lazer

Centro de Arte de S. João da Madeira assinala 35 anos com exposição na Torre da Oliva

• Favoritos: 77


O Cento de Arte (CA) de S. João da Madeira vai inaugurar, no sábado, uma exposição para assinalar os seus 35 anos. A mostra é na Torre da Oliva, por o CA não ter um espaço adequado, o que leva a instituição a queixar-se do espaço onde está.

Recorde-se que o Centro de Arte foi criado, em 1986, por convite ao pintor Victor Costa do então vereador da Cultura, Marques Pinto, e sob o patrocínio do então Presidente da Câmara, Manuel Cambra. Na mesma altura, foi criada a Associação Cultural Alão de Morais (ACAM), que integra ainda a Academia de Música e o Instituto de Línguas.
Assim, a exposição 35 anos de Centro de Arte de S. João da Madeira “assenta essencialmente no convite a ex professores e ex alunos que, de certo modo, seguiram uma carreira na área que frequentaram no CA ou outra área completar”, segundo explica o diretor da instituição, Aníbal Lemos.
“Alguns deles estavam a estudar Belas Artes, pintura, e vinham complementar com fotografia ao CA”, acrescenta, dando o exemplo de Dalila Gonçalves, que “faz intervenções culturais e vai expor fotografia porque foi fotografia que frequentou” na instituição sanjoanense.
“Algumas pessoas de escultura apresentam desenho”, completa, considerando, deste modo, que há “uma certa complementaridade”, mas os trabalhos são de “sobretudo pessoas que seguiram carreira artística”.
A estas opções acrescem outras, com uma “pendente regional”, ou seja, “pessoas de S. João da Madeira, que faria sentido serem convidadas”, conforme refere Aníbal Lemos.
A mostra é inaugurada no próximo sábado, dia 16, às 17h, e ficará patente até 27 de novembro, na Torre da Oliva.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3861 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 14 de outubro de 2021

77 Recomendações
156 visualizações
bookmark icon