Cultura e Lazer

Dia Mundial da Música na Academia

• Favoritos: 5


A Academia de Música de São João da Madeira celebrou o dia mundial da Música com um concerto, no Auditório Marília Rocha, pelas 18:30.
Em formato de concerto comentado, o público presente pôde assistir a performances de alunos e professores desta escola, que ao longo de cerca de uma hora apresentaram um repertório eclético e representativo de diferentes ‘músicas’ que se celebram neste dia.
Relembrando os tempos do Rei Sol, o concerto iniciou com a sonoridade brilhante da música francesa e do pujante trompete. Esta abertura foi o anúncio de um concerto repleto de surpresas e múltiplas facetas: do blues de Gary Ryan ao jazz de Paul Desmond, nas guitarras; do violoncelo de J. S. Bach ao piano de Beethoven; do oboé barroco de Maurais ao universo dos musicais da Lloyd Webber pelas vozes do belíssimo dueto “All I ask of you” do ‘Fantasma da ópera’.

A multidimensionalidade da música ficaria ainda bem retratada no contraste entre a doce “Canção de Embalar para um lama” executada na flauta transversal por Sofia Resende dos Santos, de sete anos apenas, e da execução da secção de bateria do tema “The dance of eternity” da banda de metal progressivo Dream Theater, realizada pelo Professor Daniel Moreira, ambas com acompanhamento de sonoridades eletrónicas.
Os comentários, a cargo do Professor José Luís Postiga, foram entremeando cada atuação, enquadrando a obra, o género e o período de cada peça executada, e que conduziu à atuação final do grupo de alunos de canto, liderados pela Professora Mafalda Leite, que aclamaram todos os ‘filhos da arte’ com “Come ye sons of art” da “Ode para o aniversário da Rainha Maria II” composta por Henry Purcell no século XVII.
Assinalou-se desta forma o dia que, desde 1975, a Unesco dedica à arte que Schopenhauer caracterizou como sendo a mais nobre e soberana de todas as artes.

5 Recomendações
4 visualizações
bookmark icon