Autárquicas 2021

Primeiro grande debate com todos os candidatos à Câmara Municipal

• Favoritos: 48


Arranca neste momento na Torre da Oliva em S. João da Madeira o primeiro debate com todos os candidatos à Câmara Municipal de S. João da Madeira para as eleições autárquicas que se realizam no dia 26 de setembro. Na sala está já o incumbente Jorge Vultos Sequeira, que venceu as últimas eleições, retirando do poder Ricardo Figueiredo, do PSD. Este também João Almeida, que em 2020 disputou a liderança nacional do CDS-PP, e que concorre em coligação com o PSD à presidência da Câmara.
Jorge Cortez, da CDU, é o rosto que mais vezes concorreu nas eleições à Câmara de S. João da Madeira.
A escritora e ativista Sara F. Costa é a candidata do Bloco de Esquerda. Tem 33 anos, é natural da Vila de Cucujães, mas fez todo o seu percurso escolar em S. João da Madeira. É licenciada em Estudos Orientais.
O inventor Manuel Londreira, de 58 anos, presidente do Nós Cidadãos de S. João da Madeira, é o candidato do partido à Câmara Municipal. O candidato é um dos fundadores da N3I – Núcleo de Inventores Investigadores Investidores (Associação sem fins lucrativos), que está sediado na Sanjotec.
O sanjoanense Pedro Lisboa tem 46 anos, é modelador de calçado e o candidato do Chega à Câmara Municipal de S. João da Madeira. O candidato foi militante do PSD durante mais de 15 anos, mas viria a desligar-se do partido anos mais tarde. Depois de acompanhar o Chega desde a sua criação, o candidato tornou-se militante no início de 2021.
A moderação do debate é da responsabilidade de Nelson Soares, diretor executivo do jornal e da rádio, que irá abordar os candidatos para que os sanjoanenses conheçam o que cada um dos candidatos defende para os próximos quatro anos.
De salientar que S. João da Madeira é o mais pequeno concelho do país, tem 22 mil habitantes, 40 mil pessoas durante o dia e 8 quilómetros quadrados.

O município foi governado durante 12 anos pelo CDS, até 2001. Dessa data até às últimas eleições, o município foi liderado pelo PSD e, em 2017, o Partido Socialista conquistou a autarquia com a maioria absoluta. Tratou-se de um resultado de 55,37 por cento dos votos, elegendo cinco vereadores, seguiu-se a coligação PSD/CDS com 32,23 por cento, elegendo dois vereadores. Quanto às outras forças políticas que disputaram as urnas, a CDU afirmou-se como a terceira força política local, com 446 votos, seguindo-se o BE com 268 e o PAN com 204.
Tratou-se na altura do terceiro ato eleitoral autárquico a realizar-se em S. João da Madeira no espaço de quatro anos, considerando que, após a renúncia dos eleitos pelo PSD no final de 2015, o município teve eleições intercalares no início de 2016. Eleições essas que tiveram como resultado 5239 votos pela coligação PSD/CDS, 4422 para o PS, 603 para a CDU, 291 para o BE e 33 para o PNR. Os sociais-democratas tiveram assim um ano de gestão em maioria absoluta, funcionando o executivo com quatro elementos do PSD e três do PS.

Acompanhe aqui:

https://youtu.be/f0dxlpXpXNM

48 Recomendações
202 visualizações
bookmark icon