Sociedade

Infiltrações na urgência do Hospital continuam

• Favoritos: 69


O Serviço de Urgência Básica do Hospital da cidade debate-se, há várias semanas, com um problema de infiltrações das águas sanitárias em vários pontos deste serviço. O CHEDV já assumiu ter conhecimento da situação, mas tudo se mantém igual.

Dois meses depois da administração do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga (CHEDV) confirmar a ‘O Regional´ a existência de uma pequena fuga na canalização das águas sanitárias que afetava vários pontos da urgência do Hospital de S. João da Madeira, nomeadamente num gabinete médico, o mesmo parece continuar sem qualquer intervenção.
O CHEDV assumia, em julho deste ano, que o Serviço de Instalações e Equipamentos do agrupamento hospitalar já tinha conhecimento, e garantiam que os mesmos encontravam-se a “tomar as diligências necessárias”, sem adiantar mais pormenores.
O alerta voltou a ser dado por utentes que se deslocaram ao Serviço de Urgência Básica (SUB). “É um cenário triste. Um balde no gabinete médico, goteiras a caírem da canalização, um médico a tentar fazer o melhor neste contexto e a tentar disfarçar o cenário do seu gabinete”, refere a sanjoanense Lis Pereira, que recentemente passou pelo serviço.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3857 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 16 de setembro de 2021

69 Recomendações
179 visualizações
bookmark icon