Opinião

Para onde queremos caminhar, será para o abismo?...

• Favoritos: 4


No meu último artigo debrucei-me sobre a urgência de cada um ter esperança, para diminuir a tristeza. No entanto, acontecimentos que estão presentes a nossos olhos, neste nosso mundo que se tornou uma aldeia global fazem chorar. As tragédias são tantas que cada um de nós tem de se tornar responsável, pelo que está a acontecer: incêndios incontroláveis que tudo destroem, inundações arrastando pessoas e seus bens, estes adquiridos ao longo de uma vida de trabalho, manipulação da espécie humana e até vegetal, criando plantas geneticamente modificadas.
A nossa vida tem de ser mais simples, temos de ser menos consumistas, mais frugais, menos dependentes de algumas comodidades que provocam tanto lixo, pois a mãe natureza não aguenta tanta agressão e daí estar a ficar tão doente e a morrer:
Senão reflitamos:
- Pestes cada vez mais violentas e desconhecidas, peixes a morrer, catástrofes que o homem é incapaz de controlar, humanidade sem princípios morais, pois vale tudo:
- Desfazer a família;
-Eliminar a vida sem a mínima preocupação de a proteger;
-Agressão impune da natureza de cada cada ser humano, fazendo manifestações a favor da sua promoção, dando liberdade, para que cada um escolha o que quiser, para que o homem possa ser mulher e vice- versa, quando ela distinguiu cada um com estruturas orgânicas diferente;
-Promoção de consumo de drogas, liberalizando o seu uso, para fins recreativos, quando se sabe a triste sorte dos que caem nesse terrível consumo;
-Impunidade quase prática de quem rouba, defrauda, sendo a pobre classe média a tudo suportar com os seus impostos, pois os ricos fogem e os pobres estão isentos.
O império romano tão grandioso e tão vasto caiu, quando se deixou corromper e foi tomado pelos bárbaros no século quarto. Quando o imperador Constantino, influenciado pela mãe, santa Helena deu liberdade aos cristãos, foram estes que repuseram não impondo nada, mas propondo, nomeadamente o apóstolo S. Paulo que levou a bela mensagem do seu grande amigo Jesus que o fez cair do cavalo e ficar cego, dando-lhe novamente a vista, para ele dar a conhecer a sua mensagem e dizer a todos :
Ama a Deus com todo o teu coração;
Não mates, não roubes, ama os teus pais, não invejes, não calunies, não cometas adultério e ama o teu próximo como a ti mesmo.

 

 

4 Recomendações
2 visualizações
bookmark icon