Sociedade

97 mil euros para ajudar mães a terem vida própria

• Favoritos: 2


Os Ecos Urbanos conseguiram o financiamento de 97 mil euros para implementar o projeto Lugares de Encontro, que vai trabalhar com “mulheres em situação particularmente vulnerável, pela sobrecarga que a monoparentalidade acarreta

A iniciativa destina-se a famílias monoparentais que integrem mães menores de 45 anos ou filhos menores de 15 anos e vai desenvolver-se na cidade ao longo de 28 meses, tendo sido apresentada na sexta-feira, dia 11, no Centro de Arte Oliva (CAO), onde serão desenvolvidas oficinas direcionadas às crianças e jovens.
De acordo com a instituição o ponto de partida é a frase várias vezes ouvida: “o tempo parou para nós, no momento em que tivemos filhos e tivemos que os criar sozinhas”.
O último Diagnóstico da Rede Social (2015) aponta um “aumento exponencial das famílias monoparentais” e os Ecos Urbanos sustentam que “o sentimento destas mulheres ou é de sobrecarga ou é de impotência, e de ausência de tempo para um cuidado de si”, considerando que “manifestam um centramento das suas vidas, preocupações e aspirações no sucesso e bem-estar dos filhos e quase sempre acham não estar à altura, confessando um sentimento de culpa”. Há quase 100 famílias monoparentais na cidade, conforme apontou Maria João Leite dos Ecos Urbanos.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3848 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 17 de junho de 2021.

2 Recomendações
3 visualizações
bookmark icon