Política

“Um convite do PS em nada mudaria a minha escolha”

• Favoritos: 3


Acha que está na altura de passar a pasta para uma “renovação” de ideias, numa função que diz ter encarado como um “desafio de missão” pela cidade. Helena Couto não se vai recandidatar como independente nas próximas eleições autárquicas.

A presidente da Junta de Freguesia de S. João da Madeira não se volta a candidatar ao cargo nas próximas eleições autárquicas. Helena Couto disse, em exclusivo a ‘O Regional’, que “chegou a hora” de se retirar da vida autárquica, uma função que diz ter encarado como um “desafio de missão” pela cidade, e releva mesmo ter conseguido “valorizar” a Junta de Freguesia.
Entre os motivos desta decisão da autarca, que assumiu funções em 2013, “estão várias decisões”, salientando a “alternância democrática”, já que considera que “os partidos continuam a não dar importância à Junta de Freguesia, mas sim à Câmara Municipal”.
A autarca garantiu ter conseguido “abrir a Junta de Freguesia à cidade, dar-lhe valor e passar a mensagem que a junta é muito mais do que o passeio sénior”.
Independente, ainda que eleita com o apoio do Partido Socialista (PS), Helena Couto assume não ter recebido “nenhum” convite do PS de S. João da Madeira - “também não sei se o iria receber”, acrescentou - no sentido de avançar para aquele que seria o seu terceiro mandato. “São estratégias partidárias e cada partido toma a que entender. Este convite em nada mudaria a minha escolha", garente.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3848 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 17 de junho de 2021.

3 Recomendações
5 visualizações
bookmark icon