Sociedade

O melhor do mundo são as crianças

• Favoritos: 19


A 1 de junho assinala-se o Dia Mundial da Criança. Portugal comemora esta efeméride, que tem como objetivo que as crianças possam viver num ambiente de paz e harmonia. ‘O Regional’ entra no espírito e deixa algumas sugestões para mimar os mais novos.

Já Fernando Pessoa escrevia no “Cancioneiro”, que “Grande é a poesia, a bondade e as danças… Mas o melhor do mundo são as crianças”. Uma frase que nos transporta para a infância e para a comemoração do que esta tem de melhor e essencial.
Foi precisamente a pensar nos que não tiveram direito à infância que a ONU aprovou a Declaração Universal dos Direitos da Criança a 20 de novembro de 1959. Trinta anos depois, realizou na mesma data a Convenção dos Direitos da Criança, ratificada em Portugal no dia 21 de setembro de 1990. A partir daí, passou-se a assinalar esta efeméride, com o intuito de oferecer um ambiente de paz e harmonia às crianças, contribuindo para o seu desenvolvimento.
Este ano, devido à pandemia, S. João da Madeira não contará com as tradicionais atividades que reuniam os alunos das escolas do concelho. No entanto, simbolicamente, a data será lembrada pela autarquia através da entrega de um lápis produzido na Viarco, a cada aluno do ensino pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico.
A autarquia apoia também a realização de um espetáculo dirigido a alunos do 4º ano do 1º ciclo do Ensino Básico, promovido pela APROJ, cedendo a Casa da Criatividade e assegurando o transporte a quem participar.
Também a pensar nas crianças, a PSP, no âmbito das competências do Programa Escola Segura, lançou a “Operação Falco – Férias + Seguras”, que decorre até 4 de junho, centrando a sua atividade em S. João da Madeira no Dia da Criança. Das 8h30 até às 15h30, a mascote Falco passará pelos diversos agrupamentos de escolas da cidade e pelo Centro de Educação Integral. Esta iniciativa contará com o apoio da McDonald’s, que vai oferecer a cada criança um dos bonecos da coleção do “Super Hero” do Happy Meal.
Entretanto, as suas lojas vão estar decoradas a preceito, mas não serão feitas iniciativas que promovam ajuntamentos. Apesar das condicionantes, o franquiado Francisco Nadais lembra que as crianças poderão usufruir da leitura de uma história, através dos e-books disponíveis na plataforma.
Se optar por uma atividade ao ar livre, sugerimos uma ida ao Zoo de Lourosa, que terá uma semana de festa. De 29 de maio a 4 de junho, será uma semana inteiramente dedicada às crianças, na qual são convidadas, juntamente com a família, a responderem a um divertido “Avipaper”, que pretende colocar desafios e curiosidades sobre os habitantes do Zoo de Lourosa. A atividade é gratuita, estando incluída no custo do bilhete de acesso.
Se optar por uma lembrança, sugerimos algo didático. Na Ophidia Espaço – Livraria pode encontrar livros adaptados a públicos de todas as idades. Para crianças do primeiro ciclo, “Orelhas de Borboleta”, de Luísa Aguilar e com ilustrações de André Neves: uma história que aborda o bullying de uma forma positiva. Ou, ainda, “O Dragão que não gosta de fogo”, de Gemma Merino, que mostra a visão de alguém que é diferente entre os seus pares, e que tem de enfrentar os seus medos.
Para um público mais juvenil, o livro de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada e ilustrações de Arlindo Fagundes – “Uma Aventura em Noite de Tempestade”. Fica ainda a sugestão de um clássico, incluído na coleção “Tesouros da Literatura”, inserida no Plano Nacional de Leitura, “As Aventuras de Tom Sawyer”, de Mark Twain.
Mas, há mais. Também a Óptica David vai assinalar a data, em parceria com o Armazém 4, contando com a presença de uma mascote e oferta de pipocas para as crianças que passem pela loja. E, por último, sugerimos uma ida ao cinema em família. O Cineplace 8ª Avenida tem como proposta “Cruela”, em versão portuguesa ou original, e “Peter Rabbit: Coelho à Solta”.
Ideias não faltam para celebrar localmente o Dia Mundial da Criança.

19 Recomendações
148 visualizações
bookmark icon