Opinião

A pouca fé dos jovens!...

• Favoritos: 43


Muitos jovens e adolescentes não têm fé, porque crescem num ambiente familiar, onde a cultura religiosa, já não ocupa um lugar de destaque.
Para muitos, a religião é um tema do passado. Para outros, ela é uma opção pessoal privada que se procura manter na esfera da consciência.
Eles reivindicam o direito à expressão livre e à liberdade de escolha. Daí o risco, de andarem vagueando sem norte, de experiência em experiência.
A fé assemelha-se a um rio e seus afluentes. Começa na família, na escola, na infância, na adolescência e depois também através da igreja.
Mas hoje, a escola tem como objetivo desenvolver nos jovens o espírito científico, através do pensamento crítico e da observação da realidade, tentando destruir os valores morais que nos orientaram como seres humanos, nomeadamente através de conceitos, que vão afetar e perturbar a consciência desses mesmos jovens.
No entanto, as novas gerações procuram dar um sentido à vida e colocam questões sobre a existência humana. A igreja não pode apresentar Jesus como um conhecimento a transmitir, mas como um modelo de vida e como resposta às questões que eles colocam.
Depois, escutar mais e julgar menos. Propôr e nunca impôr a fé.
Os crentes, muitas vezes, afastam mais de Deus, porque a sua vida nada difere dos que não têm fé. Às vezes são piores.
Quem tem como missão falar de Jesus tem de assemelhar-se a Ele, na maneira como ele agia. Tem de ser um exemplo de bondade.
Padre António Vieira dizia num dos seus sermões:
- Palavras sem obras são tiros sem balas, atroam, mas não ferem!...
Numa outra passagem afirmava:
- Para falar ao vento, bastam palavras, para falar ao coração são necessárias obras.
Jovem, se tens fé, se o teu ídolo é Jesus, como podes fazer para evangelizar?
É difícil, mas vale a pena!... Por experiência, aqui vão alguns conselhos:
-Tudo o que fizeres no dia a dia deve transmitir bondade;
- Mostra-te prestável e sorri para quem o fazes;
- Não fales mal dos outros;
- Sê compreensivo com quem pensa diferente;
- Não fales, faz;
- Não rias das conversas escabrosas, nem de anedotas picantes;
- Não bebas, não fumes;
- Ama a todos, quer sejam de outras religiões, raças, orientações sexuais, sem descriminação;
- Não uses o palavrão;
- Na escola, convive e aproxima-te de quem está sozinho;
Trata a todos com boas maneiras, pois para Deus todos são iguais;
- Aceita a derrota, como uma bênção, pois ela ajuda-te a agradecer os momentos felizes;
- Perdoa e pede desculpa;
Evangelizar assim é um grande desafio, mas se caíres recomeça, pois para Deus o mais importante não são as quedas, mas a força que usas, para te levantares.

43 Recomendações
80 visualizações
bookmark icon