Desporto

Futsal: Dínamo perdeu mas nunca atirou a toalha ao chão

• Favoritos: 19


O Dínamo Sanjoanense perdeu pela margem mínima no dérbi entre vizinhos. O Futsal Azeméis levou a melhor (2-1), mas teve de sofrer para somar três pontos, perante uma equipa sanjoanense que nunca “atirou a toalha ao chão”.

Em dérbi entre vizinhos, o Futsal Azeméis, a precisar de vencer para fugir à “linha de água”, entrou na partida determinado a marcar cedo. Assim, o primeiro sinal de perigo surgiu na baliza de Rui Capelas à passagem dos dois minutos, por Ruan Silvestre. Mas o Dínamo, sem nada a perder, foi dando sinais de também querer marcar.

A equipa do Futsal Azeméis, desde logo, optou por pressionar na saída de bola do Dínamo, obrigando ao erro do adversário. Aos quatro minutos, Tom teve tudo para abrir a marcha do marcador, mas Rui Capelas venceu o duelo com o homem da casa. Era uma fase de maior intensidade na partida e os guarda-redes de ambas as equipas estiveram em evidência.

À passagem dos 10 minutos, os visitantes começaram a ficar por cima no jogo e foram várias as oportunidades de golo que tiveram. No espaço de três minutos, Tiaguinho, Xavier Moreira e Diogo Tavares estiveram perto de marcar. Mas, a maior oportunidade aconteceu à passagem dos 13 minutos, na marcação de um livre, com Nando Costa a atirar a bola ao poste da baliza de Gerson.

A partida estava animada na quadra e os protagonistas faziam tudo para dar brilho ao marcador. Diogo Tavares perdeu uma bola em zona proibida, e Ruan Silvestre apareceu com perigo a atirar ao poste da baliza de Rui Capelas.

As oportunidades iam-se sucedendo, mas a partir dos 16 minutos foi o Futsal Azeméis que ficou mais perto do golo, só que Rui Capelas foi adiando, com excelentes intervenções.

Adivinhava-se o golo da equipa da casa, que apareceu aos 18 minutos, por Rúben Freire, após uma jogada de insistência, fazendo o 1-0, resultado com que as equipas recolheram aos balneários.

A segunda parte começou como tinha acabado o primeiro tempo, com o Futsal Azeméis por cima na partida. Aos quatro minutos, Tom deixou o aviso, num gesto de excelente recorte técnico. Mas o jogo continuava em aberto e Valter Batista, na resposta, enviou a bola ao poste da baliza de Gerson. A partida estava agradável e novo golo poderia surgir para qualquer um dos lados. Aos 26 minutos, numa perda de bola dos visitantes, Ruan Silvestre fez o segundo golo dos homens da casa.

O 2-0 motivou os homens do Azeméis e novas oportunidades surgiram para ampliar a vantagem, mas Rui Capelas foi impedindo com excelentes intervenções. Até que, a cinco minutos do final da partida, o Dínamo volta a acreditar, mas a tarde era de acerto no poste contrário. Desta vez, foi Diogo Tavares a acertar no travessão da baliza de Gerson.

A perder por dois golos, Luís Almeida apostou no 5x4, mas é o Azeméis que esteve mais perto de fazer o terceiro golo. Mesmo assim os homens do Dínamo nunca atiraram a toalha ao chão e reduziram por Nando Costa, deixando tudo em aberto para os instantes finais. E, não fosse uma grande defesa de Gerson, a remate de Valter Batista, e os homens de S. João da Madeira poderiam ter trazido o empate. Vitória do Futsal Azeméis por 2-1, num jogo que se pautou pelo equilíbrio.

19 Recomendações
51 visualizações
bookmark icon