Cultura e Lazer

Espaço exterior promotor de aprendizagens

• Favoritos: 33


No Jardim de Infância de Manhouce as práticas escolares passam também para o exterior com atividades de aprendizagem "Brincar e Aprender"

Maioritariamente, as práticas pedagógicas na educação de infância focalizam-se sobretudo dentro da sala de atividades, ignorando-se as virtudes do espaço exterior para o bem-estar e desenvolvimento das crianças.
No JI Manhouce, tal não acontece. O espaço exterior é promotor de aprendizagens “Brincar e Aprender”, sendo utilizado como uma extensão da sala de atividades, pelas oportunidades significativas e experiências que oferece às crianças. Como sublinha a encarregada de educação Isabel Serôdio “a natureza oferece todos os elementos para as aprendizagens que a criança procura em cada momento. Muito bom encontrar locais que proporcionam esta forma de aprender!”
Neste JI, o espaço exterior respeita as características naturais e não foi substituído por piso de cimento ou material sintético. Contém árvores, solo irregular e terreno uniforme, zonas com água, areia e outros materiais que permitem realizar uma diversidade de experiências às crianças: exploração de materiais naturais, desenvolvimento de atividades físicas ao ar livre e utilização do parque infantil existente. Os EE Vera Barros e Jorge Oliveira referem que a sua filha “vivencia experiências que a fazem crescer feliz, pois tem o privilégio do contato direto com a Natureza: mexer na terra, brincar na chuva, ter um espaço onde pode ser criança”.
O espaço exterior também possui uma horta pedagógica e uma estufa. Na horta, as sementeiras/culturas são realizadas de acordo com as estações do ano, são realizadas tarefas de manutenção (rega, mondas…), é observado e registado o crescimento das plantas e os seus produtos são utilizados em casa nas refeições com os pais. “É de coração sossegado que entrego todos os dias o meu filho a uma comunidade educativa que usa de forma consciente e sustentável a poderosa ferramenta que é a Natureza.”, diz Diana Carneiro, encarregada de educação.
A estufa (33,6m²) foi construída pela comunidade em colaboração com a equipa educativa. Tem sido requalificada pelas crianças com a ajuda de toda a comunidade, com bancadas e uma horta interior para cultivo de plantas de ciclo curto (alfaces, espinafres…). Foi estabelecido um protocolo de cooperação com a autarquia de Stª Mª da Feira para disponibilizar semanalmente um Engenheiro Agrícola/Ambiental, para realizar com as crianças atividades práticas associadas ao cultivo de vegetais, de acordo com as estações do ano.
Ao longo do ano letivo, as visitas de estudo (vacaria, hortas, pomares…) e as saídas de campo (pinhal, parques, soutos…) são também importantes. São espaços muito ricos, onde as crianças constroem novos conhecimentos, vivenciam outras experiências, que não existem dentro do JI. Nestes laboratórios ao ar livre, as crianças mostram curiosidade e procuram explicações para fenómenos que observam.
Este ano foi introduzida a atividade “Recreio Alagado”, em que as crianças disfrutaram sem receios das vantagens do ar livre, brincando à chuva, com fatos impermeáveis e botas. Como sublinha Paulo Silva (EE), “O medo cultural intrínseco do frio, da chuva, do sujar, do cair e aleijar não fazem parte do currículo deste JI”. Recentemente, foi inaugurada uma cozinha de lama.
O mérito e a inovação na utilização do espaço exterior do JI Manhouce têm sido reconhecidos. Na categoria Espaço Escolar, foi distinguido pelo segundo ano consecutivo com o selo de qualidade “Escola Amiga da Criança”.
Este êxito deve-se à sua equipa educativa por se envolver no projeto com elevado zelo e empenho! Aos pais/EE e a toda a comunidade por estarem sempre presentes! Às crianças, a motivação da educadora, para a construção de um Jardim de Infância além dos seus muros! Onde crescer e aprender é ser mais feliz!

Margarida Silva
Educadora de Infância do JI de Manhouce - Arrifana

33 Recomendações
40 visualizações
bookmark icon