Sociedade

A obra mais desejada nas duas últimas décadas

• Favoritos: 10


O Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, cuja sede ainda não tinha tido uma intervenção de beneficiação, conta agora com um investimento superior a 2,6 milhões de euros, graças à reprogramação do Portugal2020 e à Câmara Municipal.

O Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite (AESF), cuja sede ainda não tinha tido uma intervenção de beneficiação, conta agora com um investimento superior a 2,6 milhões de euros, graças à reprogramação do Portugal2020 e à Câmara Municipal que reforçou, em cerca de 600 mil euros, o financiamento comunitário.
A obra consiste na requalificação e ampliação das atuais instalações da escola secundária, com o principal objetivo de melhorar as instalações, especialmente as oficinas, e, ajudar no melhoramento das valências que a escola tinha, nomeadamente o curso de artes, eletrónica e mecatrónica e informática. A ‘Serafim Leite’ irá contar com novas oficinas, um novo volume de três pisos, equipado com rampa de acesso e com a remoção das coberturas em amianto, do pavilhão desportivo e bloco principal. Com a instalação de rampas e elevadores no bloco principal, as condições de mobilidade e acessibilidade serão também melhoradas.

“Era uma necessidade vital para esta escola”- Jorge Vultos Sequeira
As oficinas, elemento emblemático desta escola, já se encontravam muito degradadas, não reunindo condições básicas para o desenvolvimento de atividades letivas e pedagógicas.
As novas oficinas vão contar com tudo o que os alunos e docentes necessitam, desde gabinetes para os professores, áreas de limpezas adaptadas às necessidades de cada curso, salas de arrumação de materiais e até um portão para facilitar a entrada e saída de materiais e máquinas necessárias para os cursos aqui acolhidos.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3837 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 1 de abril de 2021.

10 Recomendações
62 visualizações
bookmark icon