Sociedade

260 profissionais de ensino de escolas da cidade vacinados com 1ª dose

• Favoritos: 22


260 profissionais de ensino das escolas do primeiro ciclo e pré-escolar de S. João da Madeira foram vacinados com a primeira dose da vacina da covid-19.

No passado domingo, dia 28, cerca de 260 profissionais de ensino das escolas do primeiro ciclo e pré-escolar de S. João da Madeira foram vacinados com a primeira dose, numa convocatória alinhada com o plano nacional que vacinou em massa contra a covid-19 estes profissionais em todo país. De acordo com o plano divulgado pela task-force, a previsão para a toma da segunda dose deverá ocorrer com um intervalo de 12 semanas.
A administração das vacinas ocorreu no Centro Municipal de Vacinação, que funciona na Sala dos Fornos da antiga fábrica Oliva, onde agora se encontra instalada a Oliva Creative Factory. O presidente da Câmara de S. João da Madeira e membros da sua equipa deslocaram-se ao local para acompanhar o processo, onde Jorge Vultos Sequeira frisor que “este é um momento importante, os professores e auxiliares de ação educativa estão na linha da frente, garantem o funcionamento das nossas escolas e, dessa forma, também asseguram o funcionamento da economia. É por isso de toda a justiça que tenham sido considerados prioritários para o processo de vacinação”.
Lembre-se que este centro de vacinação, montado pela Câmara Municipal de S. João da Madeira em articulação com o Serviço Nacional de Saúde, tem a capacidade de administração diária de 400 vacinas. A vacinação é gerida pela task-force criada para o efeito e pelo Serviço Nacional de Saúde, sendo que a Proteção Civil Municipal colabora na garantia de todas as condições logísticas.
O coordenador do plano de vacinação contra a covid-19 revelou no último sábado, dia 27, que já foram vacinados em Portugal 27 mil docentes e não docentes do pré-escolar e do primeiro ciclo, de um total de 65 a 70 mil previstos para este fim-de-semana. “Já vacinámos 27 mil pessoas desde manhã e isso é um indicador extraordinário do processo”, afirmou esta tarde, aos jornalistas, Gouveia e Melo, acrescentando que as dificuldades que têm sido encontradas vão sendo corrigidas.

 

 

22 Recomendações
64 visualizações
bookmark icon