Sociedade

Misericórdia já permite visitas aos utentes

• Favoritos: 22


Há longas semanas sem contágios positivos de SARS-CoV-2, a Misericórdia de S. João da Madeira já reabriu as suas respostas sociais e as visitas de familiares aos utentes já arrancaram.

Com a normalidade dos dias cada vez mais evidente, a Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira já reabriu o Centro Infantil da Creche Alberto Pacheco, do Abrigo Infantil das Laranjeiras, da Infância de Fajões e da rede de ATL Artes & Traquinices, segunda-feira, dia 15 de março depois da Presidência do Conselho de Ministros ter levantado a suspensão da atividade social das Creches, Estabelecimentos de Ensino Pré-escolar, ATL e Atividades de Enriquecimento Curricular. “Na reabertura das respostas sociais, a frequência revelou-se alinhada com aquela que se registava aquando da suspensão, em 21 de janeiro de 2021, atendendo-se cerca de 700 crianças”, refere a instituição. Do conjunto da operação social da Misericórdia, apenas permanecem encerrados os Centros de Dia, o Centro de Atividades Ocupacionais e o ATL para o 2. º Ciclo do Ensino Básico.
A instituição faz ainda saber que, a exemplo do que sucede semanalmente nos equipamentos residenciais, o Centro Distrital de Aveiro do Instituto de Segurança Social IP tomou a iniciativa de rastrear à SARS-CoV-2 os colaboradores das Creches e Estabelecimentos de Ensino Pré-escolar. “Desta instituição estima-se que sejam implicados neste rastreio 81 trabalhadores, que exercem atividade em quatro creches e três estabelecimentos de Ensino Pré-escolar”.
Na semana de 15 de março foram rastreados seis trabalhadores dos equipamentos residenciais, não sendo detetado qualquer caso positivo. “Desde que foram retomados os rastreios coordenados pelo Centro Distrital de Aveiro do Instituto de Segurança Social IP, em 22 de fevereiro de 2021, foram rastreados preventivamente 79 trabalhadores, sem que houvesse registos de deteção da infeção”.

 

 

22 Recomendações
33 visualizações
bookmark icon