Desporto

Nova derrota do Dínamo pela margem mínima confirma descida

• Favoritos: 22


Nova derrota pela margem mínima do Dínamo Sanjoanense frente ao Módicus (3-4). Já começa a ser quase uma malapata os jogos da equipa de Luís Almeida, que deixam tudo na quadra, mas no final a sorte é madrasta. Esta derrota confirmou a descida.

Em jogo da 26ª jornada da Liga Placard de Futsal, o Dínamo Sanjoanense recebeu esta quarta-feira, o Módicus e voltou a perder pela margem mínima (3-4). Razão para pensar de que já se trata de quase uma malapata os jogos da equipa de Luís Almeida, que deixam tudo na quadra, mas no final a sorte é madrasta. Com esta derrota ficou confirmada a descida ao segundo escalão, num ano com um misto de emoções, onde à felicidade da subida histórica à Liga Placard de Futsal se juntou todas as condicionantes da pandemia que impossibilitaram que a equipa pudesse ter disfrutada na plenitude desta experiência, juntamente com a presença de público nos pavilhões.
O Módicus entrou melhor na partida, a pressionar alto, e logo aos quatro minutos Fábio Lima fez o primeiro golo, após uma perda de bola dos homens da casa. Os visitantes continuavam a estar mais pressionantes e, aos 10 minutos, foi a vez de Bruninho aumentar a vantagem para os forasteiros, na marcação de um livre, a sair um remate forte ao ângulo direito da baliza de Rui Capelas. A perder por 0-2, Luís Almeida pediu um time out e o resultado foi imediato para a sua equipa. Emídio Baptista, na cobrança de um livre do lado direito do seu ataque fez o primeiro golo do Dínamo na partida e reduziu para 1-2.
A equipa do Dínamo acreditou que poderia mudar o rumo do jogo, e aos 13 minutos, Valter Batista deixa um aviso rematando ao poste direito da baliza de Trapa. Não marcaram neste lance, mas aos 15 minutos, e após um roubo de bola de João Carvalho, este serviu Nando Costa, solto de marcação a fazer o empate a dois. E, ainda antes do intervalo poderia ter acontecido a "cambalhota" no resultado, num lance criado por Rúben Mateus, que pressionou a saída de bola, ganhou o ressalto, e na cara do guarda-redes não conseguiu desfeiteá-lo. As equipas recolheram aos balneários com empate a dois, resultado que se ajustava ao que se tinha passado nos primeiros 20 minutos.
No arranque da segunda parte, o Dínamo Sanjoanense entrou como tinha acabado antes do intervalo, a criar oportunidades de golo, mas o Módicus começou a responder. O jogo estava mais rápido e mais aberto, e à passagem do minuto 30, Bruninho bisava na partida e dava novamente a vantagem aos visitantes. Só que três minutos depois, Nando Costa (que também bisou), restabelecia a igualdade.
Previam-se cinco minutos finais de muita imprevisibilidade no marcador, porque o jogo estava intenso. Mas, a experiência dos homens António Fonseca "falou mais alto" e a três minutos do final da partida Cigano marcou e fechou as contas da partida em 3-4.
Luís Almeida ainda pediu um time-out e lançou o 5x4, com Nando Costa como guarda-redes avançado, mas o resultado estava feito.
A história voltou a repetir-se e o Dínamo Sanjoanense voltou a perder pela margem mínima, e com este resultado confirmou a descida ao segundo escalão na próxima época.

Ficha de jogo

Liga Placard de Futsal - 26ª jornada
Pavilhão Municipal das Travessas - S. João da Madeira

Dínamo Sanjoanense 3 Módicus 4
Árbitros: Alexandre Costa e Tiago Silva

Dínamo Sanjoanense: Rui Capelas, Nando Costa (2), João Carvalho, Xavier Moreira e Valter Batista
Suplentes: Bruno Moreira, Miguel Isolino, Emídio Batista (1), Pedro Gomes, Pedro Sousa e Rúben Mateus
Treinador: Luís Almeida

Módicus: Trapa, Uesler, Márcio, Ricardinho e Fábio Lima (1)
Suplentes: Tiago Velho, Rafa, Cigano (1), Tomás Santos, Renato Silva, Hiram Celso, Bruninho (2) e Diogo Velho
Treinador: António Fonseca

22 Recomendações
106 visualizações
bookmark icon