Sociedade

Festas ilegais são dor de cabeça para polícia e moradores

• Favoritos: 14


Desde o novo confinamento, a PSP já sinalizou algumas festas e convívios ilegais em apartamentos e residências da cidade, que resultaram em vários autos. Maioria das denúncias são feitas por vizinhos, que se mostram incomodados com o ruído.

Convívios com várias pessoas dentro de casa, música alta e conversa descontraída até altas horas da madrugada. Tem sido assim em várias habitações na cidade, desde o início do novo confinamento. A situação tem dado algum trabalho à polícia e algumas dores de cabeça aos vizinhos, que não conseguem descansar e receiam o risco de contágio.
Um morador na Avenida Renato Araújo disse a ‘O Regional’, que o “entrar e sair de pessoas, o barulho” despertaram nos moradores “alguma indignação”, levando a que “as autoridades fossem informadas do que se estava ali a passar”. O habitante, que pediu reserva de identidade, reconhece que “esta não foi a primeira festa dentro daquele apartamento”. “Falámos com o proprietário, que ainda se mostrou indignado com o nosso reparo. Todos estamos cansados desta situação, de não assinalarmos como desejávamos os aniversários ou festas em família. Temos que ser conscientes. A presença de várias pessoas nos elevadores e no interior do prédio coloca em risco todos os que aqui vivem”, considera este sanjoanense.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3835 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 18 de março de 2021.

14 Recomendações
47 visualizações
bookmark icon