Opinião

Vale a pena dar a conhecer vidas que encerram tanta beleza!...

• Favoritos: 16


Todos os jovens apreciam a banda rock denominada U2, cuja música tem corrido mundo e com milhóes de cópias das suas melodias, vendidas em todo o lado. Esta banda já atuou em Lisboa, com um sucesso verdadeiramente estrondoso. O vocalista desta banda, cujo nome artistíco é Bono Vox, é considerado uma das melhores vozes do rock de todos os tempos.
O que os jovens talvez desconheçam é o modo como Paul, nome de batismo, deu a conhecer a sua vida e que deviam seguir
Nasceu na Irlanda em 1960, no seio de uma familía de trabalhadores. A mãe era protestante e o pai católico. A mãe procurava educá-lo no protestantismo, mas Bono desejava ir à missa católica. Ela nunca o proibiu e por isso ele a admirava, pela sua tolerância. Quando a celebração acabava, lá estava ela, com muito carinho, à sua espera.
Deus era para Bono Alguém que ele muito amava, mas o seu amor por quem era desfavorecido e pela natureza, casa comum da humanidade, faziam também parte das suas preocupações.
Participou no Live Aid com Bob Geldof, angariando milhões de dólares para combater a Sida em África, no auge do aparecimento desta doença. Em 2008 participou no Forum de Davos, juntamente com Pavaróti, em favor das crianças martirizadas em Seraievo, na Jugoslávia.
No ano 2000, apela aos países mais ricos, para que perdoem a dívida aos 52 países mais pobres do mundo.
Visita o papa Francisco e fala-lhe da sustentabilidade global, afirmando que ele é um homem extraordinário, para um tempo extraordinário. Adere também e ajuda as obras sociais pontifícias. Envolve Bill Gates e a esposa Melissa, colega de escola, para que doassem 20% da sua fortuna em favor das carências dos países pobres, o que conseguiu.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3834 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 11 de março de 2021.

16 Recomendações
17 visualizações
bookmark icon