Sociedade

PSP levantou 12 autos de contraordenação no fim de semana

• Favoritos: 15


 Apesar do estado de emergência, os sanjoanenses estão a sair mais de casa, principalmente, aos fins de semana. Mais deslocações, trânsito, mais pessoas a fazerem caminhadas, com ou sem máscara, e há mesmo quem saia do concelho sem justificação.

Cansados de estarem dentro de quatro paredes, os sanjoanenses estão a sair mais à rua. O último fim de semana foi a prova disso. “Há efetivamente a perceção de um maior número de pessoas na via pública e, garantidamente, o recolher domiciliário não está a ser respeitado como manda a lei”, refere Hélder Andrade, comissário da PSP de S. João da Madeira.
No último fim de semana (6 e 7 de março), quem passou pela cidade, além de se aperceber das tulipas que dão cor às rotundas, também se esqueceu, por momentos, que ainda decorre o 12.º estado de emergência, até 16 de março. Mais trânsito, deslocações maiores e um aumento de pessoas na rua. “Há um maior incumprimento por parte da população e tem aumentado o número de infrações detetadas pela polícia. Têm sido aplicadas uma média superior a uma dezena de coimas ao fim de semana, consoante a dinâmica das operações”, refere o comissário.
Alguns populares, em declarações a ‘O Regional’, afirmam que a saída “não é por muito tempo”. Idas à padaria, supermercado ou “um curto passeio para esticar as pernas”.  Cada um tem a sua justificação para uma saída, mas todos confessam que estão “saturados” de estar entre paredes.

Ar­tigo dis­po­nível, em versão in­te­gral, na edição nº 3834 de O Re­gi­onal, pu­bli­cada em 11 de março de 2021.

15 Recomendações
55 visualizações
bookmark icon