Desporto

Andebol: Sanjoanense derrotada nos pormenores

• Favoritos: 27


A Sanjoanense perdeu em Avanca, pela segunda vez, no espaço de uma semana (25-23). A história, no entanto, foi um pouco diferente: a Artística defrontou uma equipa determinada a somar os três pontos e que falhou apenas nos pormenores.

Depois de, há uma semana, a Sanjoanense ter saído derrotada no jogo da Taça de Portugal, em Avanca, houve novo encontro entre as duas equipas no Pavilhão Adelino Dias Costa. Agora, para o Campeonato Placard Andebol 1. Só que a história, desta vez, foi  diferente da semana anterior, até porque ambas precisavam de pontuar para fugir aos últimos lugares da classificação. A equipa da casa teve que puxar pelos galões para levar de vencida uma Sanjoanense que equilibrou a partida e manteve a incerteza no marcador até ao apito final.

Muito equilíbrio e alternância na marcha do marcador marcaram uma partida, onde se viu uma Sanjoanense muito diferente dos dois jogos disputados após a retoma do campeonato. A equipa revelou mais entrega defensiva, mais vontade e mais querer em contornar as adversidades, no entanto, em algumas fases do jogo, saiu penalizada pelo desacerto ofensivo, o que foi crucial para o desfecho do encontro.

Na primeira metade do primeiro tempo, a Artística de Avanca esteve sempre na frente, mas, à passagem dos 20 minutos, a Sanjoanense passou para a liderança no marcador pela primeira vez, numa fase em que Lourenço Santos foi preponderante na manobra ofensiva, colocando os alvinegros a vencerem por 10-11. Mas, ainda antes do intervalo, os avancanenses responderem e foram para o descanso em vantagem, ainda que pela margem mínima (14-13).

Sinais de retoma

Na segunda parte, a partida manteve o mesmo registo e, apesar do favoritismo dos da casa, a Sanjoanense voltou a ter uma fase bastante positiva. No entanto, a dupla de arbitragem, com um critério bastante apertado, fez com que a partida se jogasse, durante bastantes minutos com menos jogadores, por força das muitas exclusões. Isso acabou por ter alguma influência no resultado, com os alvinegros a perderem a vantagem adquirida, a meio do segundo tempo. E, nem a grande exibição do guarda-redes David Caseiro, que entrou no segundo tempo, foi suficiente para manter a Sanjoanense na frente do marcador. Muito por culpa própria, os alvinegros desperdiçaram várias oportunidades para ampliar a vantagem, mas também com muito mérito para Luís Silva, que fechou bem a baliza dos comandados de Ricardo Costa.

A vitória da Artística de Avanca acabou por ser apenas confirmada nos instantes finais. Ficou o sinal positivo da Sanjoanense, dando sinais de querer reagir a um recomeço menos desejado.

Com este resultado, os alvinegros somam agora 24 pontos, com 17 jogos disputados, mas caiem para zona de despromoção. A equipa de Nuno Silva só volta a jogar apenas a 20 de março, na receção ao CF Os Belenenses, pelas 18h00.

27 Recomendações
37 visualizações
bookmark icon