Cultura e Lazer

‘Poesia à Mesa’ decorre 100% em formato digital

• Favoritos: 20


A 19ª edição do ‘Poesia à Mesa’ acontece 100% online, mantendo a generalidade das iniciativas que estiveram previstas para 2020. Mafalda Veiga, Assis Pacheco ou Herberto Hélder são alguns dos destaques do programa.

O evento está orçamentado em cerca de 17 mil euros e o Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Vultos Sequeira, faz questão de reiterar a importância da cultura, pelouro que também assume. “Se uma autarquia não investe na cultura, não está aqui a fazer nada”, disse.
Aquele que é, nas palavras de Jorge Vultos Sequeira, “um dos principais festivais de literatura do país” foi apresentado à comunicação social, na manhã desta quinta-feira, numa videoconferência que contou com as presenças da coordenadora da Biblioteca Municipal, Graça Neves, e dos comissários do festival, Paulo Condessa e José Fanha.
O poeta José Fanha declamou um poema da sua autoria e Paulo Condessa destacou momentos do festival como as ‘Vanguardas Poéticas’ e a ‘Peregrinação Poética’.
Da programação deste ano do ‘Poesia à Mesa’ fazem ainda parte conversas, performances de poesia (algumas com cruzamentos musicais), um concurso e uma exposição, entre outros momentos que procuram, não obstante os constrangimentos do digital, ser fiéis à filosofia do festival, continuando a contar com o envolvimento de grupos sanjoanenses e fábricas da cidade.
O Dia Mundial da Poesia (21 de março), no qual culmina este festival literário, será assinalado com uma ‘Matiné Poética’, com Mafalda Veiga, uma das homenageadas nesta edição.
Graça Neves sublinhou que a escolha dos poetas é “sempre um momento animado”, mas cada vez mais exigente, por forma a salvaguardar que não há repetições, num evento que já homenageou, desde que existe, 108 poetas.
Além de Mafalda Veiga, terão destaque Andreia C. Faria, Fernando Assis Pacheco, Herberto Helder, Mário-Henrique Leiria e Soror Violante do Céu.

20 Recomendações
55 visualizações
bookmark icon