Sociedade

Cidade registou 28 novos casos na última semana e está em risco elevado

• Favoritos: 29


S. João da Madeira encontra-se em risco elevado, com 296 casos ativos por 100 mil habitantes. De acordo com a última atualização de dados sobre a pandemia, de 21 de fevereiro a 1 de março registaram-se 28 novos casos de infeção na cidade.

Os números nacionais da covid-19 melhoraram, o que se reflete, de forma muito evidente, também ao nível de S. João da Madeira. No boletim divulgado na última segunda-feira, dia 1 de março, os números no concelho de S. João da Madeira, e em concelhos vizinhos, são bem mais animadores, com uma evidente quebra de infeções ativas de covid-19. Segundo os dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde na passada segunda-feira, o rácio de casos ativos por 100 mil habitantes na região é bastante diferente do registado nas primeiras semanas do ano: S. João da Madeira tem 296; Oliveira de Azeméis, 265; Vale de Cambra, 258; Arouca, 319 e Espinho, 302. A cidade mantém-se, assim, em risco elevado de contágio, mas já muito próximo do patamar de risco moderado, onde já se encontra, por exemplo, o concelho de Santa Maria da Feira (210).
Perante os últimos dados tornados públicos, é possível verificar uma evolução favorável da pandemia em Portugal e no concelho. Feitas as contas, desde 21 de fevereiro até ao dia 1 de março, foram confirmados 28 casos de infeção de covid-19, um número inferior ao da semana passada.
Lembre-se que, a 1 de Fevereiro, havia 234 concelhos em risco extremamente elevado de contágio por covid-19. Um mês depois, são apenas três. O indicador de novos casos por 100 mil habitantes, a 14 dias, é o método utilizado pela DGS para comparar municípios com diferentes realidades populacionais.

29 Recomendações
329 visualizações
bookmark icon