Desporto

Sanjoanense empata na compensação 

• Favoritos: 3


Um Sporting de Espinho, a precisar de pontos para fugir à zona de despromoção, veio a S. João da Madeira com intenção de, pelo menos, levar um ponto, resultado que conseguiram, frente ao “rei” dos empates nesta época. Décimo empate esta época da ADS.

Campeonato de Portugal Série D – 16ª jornada
A.D. Sanjoanense 1 Sporting de Espinho 1

A Sanjoanense recebeu o Sporting de Espinho, equipa que veio a S. João da Madeira à procura de pontuar para fugir à zona de despromoção. Os “Tigres” apresentaram-se em S. João da Madeira já com alguns reforços no “mercado de inverno” e determinados a dificultar a vida aos alvinegros. No entanto, a Sanjoanense até entrou a querer mandar no jogo, mas com a passagem do tempo melhoram os visitantes e começaram a acreditar que podiam chegar ao golo, que aconteceu à passagem dos 36 minutos, por intermédio de Diogo Valente, na marcação de um livre.
Foi um jogo que não correu tão bem à formação de Sérgio Machado, em termos de finalização, não conseguindo materializar em golos o domínio que foi tendo na partida. Desta forma, as equipas acabaram por recolher aos balneários, com o Sporting de Espinho a vencer por 0-1. Para o segundo tempo, e com a equipa a perder, o técnico alvinegro mexeu na equipa, com o intuito de dar a volta ao marcador, fazendo uma dupla alteração, para refrescar a frente de ataque. Entraram Mário e Nonato, este último que viria a ser decisivo para o desfecho final da partida.
Mas as coisas não estavam a sair bem aos da casa, que até podiam ter complicado as contas, quando Marco Cruz assinalou grande penalidade a favorecer o Sporting de Espinho. Mas, este momento foi protagonista de algo caricato no jogo, com Miguel Pereira a ter um pequeno desentendimento com Gildo para ver quem iria bater a penalidade. Ultrapassado este momento, Miguel Pereira assumiu a marcação mas desperdiçou, permitindo a defesa de Bradley e deixando fugir grande possibilidade de levar os três pontos, que tanta falta fazem nas contas da classificação dos Tigres da Costa Verde.
Não marcou o Espinho, acreditaram os da casa, que continuavam a ter mais posse de bola, e ao cair do pano, já em tempo de compensação (93’) chegaram ao golo, por Nonato, de cabeça, que fixou o resultado em 1-1, o décimo empate da Sanjoanense nesta época. Depois de terem deixado fugir a vitória em Castro Daire na compensação, foi agora a vez de os alvinegros fazerem o contrário, e pelo menos somarem mais um ponto na classificação, na luta pelo quinto lugar.
Na próxima jornada a Sanjoanense desloca-se a Lourosa, em jogo que está agendado para sábado, 20 de fevereiro, pelas 15h00.

Ficha de jogo
Estádio Conde Dias Garcia – S. João da Madeira
Árbitro: Marco Cruz (A.F. Porto)

Sanjoanense: Bradley, Aldair, Rúben Pereira, Godinho, Gil Barros (Jota 75’), Barbosa, George (Sandro 63’), Paulinho (Nonato 46’), Tarcísio (Mário Machado 46’), Elder Santana e Zé Leite (Mário Correia 67’).
Treinador: Sérgio Machado

Sp. Espinho: Bruno Silva, Mica, Dani (Jimmy 93’), Betinho (Andrezo 75’), Miguel Pereira, João Ricardo, Jota, Diogo Valente (Eduardo Baldé 83’), Né, Nakedi (Gildo 75’) e Paço.
Treinador: Bruno China

Resultado Intervalo 0-1
Cartões amarelos: Godinho, George, Sandro e Elder Santana (Sanjoanense) Betinho, Diogo Valente, e Jota (Sp. Espinho).
Golos: Diogo Valente (36’) e Nonato (93’).

Momento chave: 93’
Golo de Nonato, que saiu do banco e foi decisivo para que a Sanjoanense conseguisse o empate já no período de compensação.

Rúben Pereira considerou jogo equilibrado mas, no entanto, a Sanjoanense criou mais oportunidades de golo
Rúben Pereira - Capitão da Sanjoanense

“O jogo contra o SC Espinho foi equilibrado, mas no meu ponto de vista, a Sanjoanense procurou mostrar o seu valor e criar mais dificuldades ao adversário. Na primeira parte, apesar de termos sido superiores, o Espinho teve a oportunidade de marcar golo, num livre, o que nos deu mais força e vontade de alterar o resultado na segunda parte. No segundo tempo atacamos mais, subimos as linhas e as poucas oportunidades que o Espinho teve resultaram da nossa vontade em mudar o resultado. A nossa oportunidade acabou por aparecer nos últimos minutos e conseguimos igualar o resultado”.

3 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
13 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *