Desporto

Erros do segundo tempo ditaram derrota do Dínamo 

• Favoritos: 7


Derrota do Dínamo frente ao Leões de Porto Salvo por 2-4, em jogo da 22ª jornada da Liga Placard de Futsal. Ao intervalo a equipa de S. João da Madeira vencia, mas os erros defensivos do segundo tempo ditaram a derrota.

Liga Placard de Futsal – 22ª jornada

Dínamo Sanjoanense 2 Leões de Porto Salvo 4

Depois de a meio da semana se ter deslocado a Lisboa para defrontar o líder do campeonato, o Sporting, com quem perdeu por 10-1, o Dínamo Sanjoanense recebeu os Leões de Porto Salvo nas Travessas. A partida era aguardada com alguma expectativa, principalmente pelas boas exibições que a formação de Luís Almeida - ausente deste jogo por castigo - tinha vindo a fazer.
O jogo começou muito rápido e com as duas equipas a pressionaram alto, proporcionando bons momentos de futsal. Resultante dessa intensidade, logo aos dois minutos a equipa visitante chegou ao golo, na marcação de uma grande penalidade, a castigar uma mão na área do Dínamo. André Galvão fez o primeiro da partida.
A equipa de Porto Salvo procurava ter mais bola, mas os homens de S. João da Madeira nunca baixaram a guarda e foram tentando a sua sorte. Primeiro aos sete minutos, após uma jogada de insistência de Diogo Tavares - provavelmente a melhor prestação da equipa da casa - que assistiu Tiaguinho, para remate e boa defesa de Pedro Martinho.
O jogo estava intenso e as equipas atingiram a quinta falta logo aos 10 minutos de jogo. Tal não foi impedimento para que as equipas continuassem com a mesma entrega, como se viu aos 14’, em que uma transição rápida de Pedro Sousa, permitiu a Diogo Tavares fazer o golo do empate. Os sanjoenenses ainda estavam a festejar o golo, quando a reviravolta chegou 30 segundos depois: mais uma jogada de insistência, com a bola a sobrar para Emídio Batista que, fora da área, rematou cruzado junto ao poste direito de Pedro Martinho.
Aos 15 minutos, Pedro Sousa teve nos pés o terceiro, mas o guardião dos Leões impediu com mais uma excelente intervenção. Até ao intervalo só mais um lance digno de registo, e para os visitantes, com André Galvão, já dentro da área de Babas, a picar a bola com força a mais e a sair por cima da baliza do guardião da casa. As equipas recolheram aos balneários com o Dínamo na frente do marcador.

Num minuto tudo muda

Na segunda parte, Ricardo Lobão apostou em Bebé para a baliza dos Leões e o guarda-redes foi chamado a intervir logo nos primeiros minutos. Primeiro foi Xavier Moreira e, depois, Diogo Tavares a colocar à prova o guardião visitante. Não marcavam os da casa, e no espaço de um minuto os visitantes deram a volta ao marcador.
Na sequência de dois lances de bola parada, a equipa de Porto Salvo chegou ao golo. Aos 25 minutos, um erro de marcação custou caro a Nando Costa, que ao tentar desviar a bola acaba por a introduzir na própria baliza. No minuto seguinte, e novamente na marcação de um canto, Dura marcou a passe de Bruno Pinto, dando a volta ao marcador.
O Dínamo abalou, mas aos 29 minutos, Xavier Moreira ficou perto do empate, num remate que saiu por cima da baliza, após uma assistência de Pedro Sousa. Mais uma vez, os homens do Dínamo pecaram na finalização, algo que os experientes jogadores do Leões de Porto Salvo souberam explorar bem, designadamente aos 30 minutos, com André Galvão a bisar na partida, depois de uma recarga a remate efetuado por Cary.
Com oito minutos para se jogar, a equipa de S. João da Madeira apostou no 5x4 e colocou Nando Costa como guarda-redes avançado. A aposta não representou qualquer vantagem, até porque os visitantes fecharam-se bem. Em resposta, Ricardo Lobão, a 5 minutos do fim, optou pela mesma estratégia e passou também a jogar em 5x4, colocando Danny como guarda-redes avançado. Até ao final, o marcador não voltou a alterar-se, algo que poderia ter acontecido a 12 segundos do final, na marcação de um livre direto a castigar a sexta falta dos homens da casa. Chamado a converter, Bruno Pinto rematou ao poste, e a partida terminou com a vitória dos Leões de Porto Salvo por 2-4.
Ainda antes do fim da partida, Bruno Pinto foi para a marca dos 10 metros, mas atirou ao poste da baliza de Rui Capelas.
O Dínamo Sanjoanense volta a jogar a 20 de fevereiro, pelas 19h00, em casa do Quinta dos Lombos.

Ficha do Jogo

Pavilhão das Travessas - S. João da Madeira
Árbitros: José Moreira e Rúben Santos
Dínamo Sanjoanense: Babas, Diogo Tavares (1), Nando Costa (AG), Xavier Moreira e Tiaguinho.
Suplentes: Rui Capelas, Bruno Moreira, Emídio Batista (1), Rúben Mateus, Pedro Sousa, João Carvalho, Careca e Pedro Gomes.
Treinador: Miguel Pinho

Leões de Porto Salvo: Pedro Martinho, Bruno Pinto, Rodrigo Hiroshi, André Galvão (2) e Dani.
Suplentes: Bebé, Pedro Cary, Danny, Dura (1), Ré, Tomás Reis, Diogo Santos e Francisco Oliveira.
Treinador: Ricardo Lobão
Resultado ao Intervalo: 2-1

7 Recomendações
19 visualizações
bookmark icon