Desporto

Entrada forte do Benfica determinante para a vitória

• Favoritos: 5


Boa partida de hóquei em patins, entre equipas que se entregaram totalmente ao jogo. A Sanjoanense, no entanto, encontrou um Benfica muito forte e determinado, que contrariou a inconstância exibida neste campeonato e não deixou fugir os três pontos.

O Benfica impôs o seu favoritismo desde os primeiros instantes da partida. A Sanjoanense tentava fechar os caminhos para a sua baliza, mas a intensidade de jogo imposta pela equipa contrária acabou por resultar em golo aos sete minutos: Lucas Ordoñez, num remate forte junto que encaixou no canto superior esquerdo de Tiago Freitas, inaugurou o marcador.
Embalados pelo golo, o Benfica voltou a carregar no acelerador e, dois minutos depois, fez o segundo por Sergi Aragonès, com a bola a passar entre as pernas do guardião alvinegro. A partida continuava de feição aos encarnados, que queriam assegurar a vantagem o mais cedo possível, para evitar aquilo que havia acontecido no jogo da primeira volta, em S. João da Madeira (empate a quatro).
Aos 19 minutos, fruto do ritmo que impunha no jogo, o Benfica chegou ao 3-0, por Edu Lamas, através de uma grande penalidade, num remate certeiro que entrou no canto inferior direito da baliza defendida por Tiago Freitas. Até ao intervalo, não houve mais mexidas no marcador.
Na entrada para a segunda parte, o Benfica, seguro nos três golos de vantagem, estava tranquilo e à espreita de voltar a surpreender a Sanjoanense em contra-ataque ou em saída em ataque rápido. Aos 35 minutos, Edu Lamas deu início a uma jogada rápida, finalizada por Danilo Rampulla. Estava feito o 4-0.
A Sanjoanense, no entanto, não foi a Lisboa para se limitar a ver jogar, e foi tentando a sua sorte, apesar de enfrentar uma equipa muito competente a defender. Aos 39 minutos, num livre direto a favorecer os visitantes, Hugo Santos não vacilou, picando a bola à frente de Pedro Henriques e colocando-a no ângulo morto do guardião encarnado, reduzindo para 4-1.
Havia ainda 11 minutos para se jogar, e o Benfica já geria a vantagem, mas mesmo assim ainda fez mais um golo a dois minutos do apito final, por intermédio do melhor marcador do campeonato nacional, Lucas Ordoñez.
Vitória justa do Benfica por 5-1, frente a uma Sanjoanense que ainda se encontra numa posição não muito confortável, com apenas 17 pontos, mais um do que o Famalicense, adversário da próxima jornada, agendada para sábado, 20 de fevereiro, às 17h30.

Campeonato Nacional 1ª Divisão - 19ª Jornada
SL Benfica, 5 - AD Sanjoanense, 1

Pavilhão Fidelidade – Estádio da Luz – Lisboa
Árbitros: João Martins e Jaime Vieira (Alentejo)

Benfica: Pedro Henriques, Diogo Rafael, Edu Lamas (1), Lucas Ordoñez (2) e Sergi Aragonès (1).
Suplentes: Marco Barros, Valter Neves, Carlos Nicolia, Miguel Vieira e Danilo Rampulla (1).
Treinador: Alejandro Dominguez

Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Rego e Pedro Cerqueira.
Suplentes: Marco Lopes, João Cruz, Luís Filipe, Facundo Navarro e Hugo Santos (1).
Treinador: Vítor Pereira
Resultado Intervalo: 3-0

5 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
8 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *