Geral

Covid-19: Misericórdia sem novas infeções

• Favoritos: 3


A Misericórdia de S. João da Madeira não detetou nenhum caso positivo de Covid-19 na semana iniciada a 8 de fevereiro.Neste momento, há 33 pessoas recuperados e dois óbitos a registar na instituição.

A Santa Casa da Misericórdia de S. João da Madeira está sem novos casos de infeções de covid-19 relativamente à semana iniciada a 8 de fevereiro. Nesse mesmo período, foram realizados 123 rastreios à SARS-CoV-2 no conjunto dos seis equipamentos residenciais. Ou seja, nesta semana “não foram detetados novos casos de infeção”. Recuperaram da doença 33 pessoas (23 utentes e 10 trabalhadores) e há a registar o falecimento de dois utentes.
A Misericórdia refere ainda em comunicado que, retirando aos casos ativos na semana de 1 de fevereiro, os recuperados e os óbitos ocorridos nesse período, “verifica-se que permaneceram ativos 28 casos, 35 abaixo do registo anterior”. A soma dos rastreios ascende agora a 1687, nos quais a instituição detetou 252 diagnósticos positivos à SARS-CoV-2, o que fixa a taxa de incidência em 14,9%, percentual abaixo da média nacional.
O número de óbitos total é de 23, donde se apura uma taxa de letalidade de 9,1%, próximo da média nacional em estruturas residenciais. “Pela evolução da casuística, crê-se proximamente debelados os surtos pandémicos na instituição, convicção reforçada pelo facto de quatro dos seis equipamentos residenciais já não terem qualquer caso ativo”, refere a instituição no balanço semanal.
Para confirmar esta convicção concorre “ainda” o recuo de número de equipamentos residenciais com novos casos diagnosticados entre semanas, lidas consecutivamente. Assim, em 18 de janeiro, cinco equipamentos residenciais reportaram novos casos, a 25 de janeiro foram dois, dia 1 de fevereiro apenas um; e na semana de 8 de fevereiro, como já foi referido, a instituição não teve qualquer caso positivo.
Esta tendência de redução de novos diagnósticos também se expressa no número de casos ativos, “agora de 28, o menor desde 14 de dezembro de 2020”. Reduz ainda o número de internados em unidades hospitalares, cingido a um único utente. A melhoria geral da situação pandémica permite que, em quatro equipamentos residenciais da instituição, “se tenha encetado o processo de vacinação de utentes e trabalhadores”.
Recorde-se que no Lar Residencial do Pisão a vacinação já teve lugar, a 10 de fevereiro (a 2.ª dose será administrada a 3 de março de 2021) e no Lar de Idosos São Manuel, Casa de Repouso e Unidade de Cuidados Continuados Integrados, esta decorreu no passado dia 16 de fevereiro. “Este processo tem sido árduo e lutuoso. O abnegado esforço dos trabalhadores, o apoio das famílias, a colaboração dos utentes e a disponibilidade e acompanhamento da Autoridade de Saúde – Unidade de Saúde Pública ACES Aveiro-Norte, do Centro Distrital de Aveiro do Instituto de Segurança Social IP, e da Proteção Civil de S. João da Madeira, foram (e continuam a ser) incontornáveis à superação deste momento difícil”, considera a Misericórdia.

3 Recomendações
comments icon0 comentários
0 favoritos
5 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *