Educação

Erasmus+: Um valor acrescentado no Agrupamento de Escolas de Arrifana

• Favoritos: 8


O Agrupamento de Escolas de Arrifana, no concelho de Santa Maria da Feira, tem, no âmbito do seu Plano de Desenvolvimento Europeu, 7 projetos de Erasmus ativos.
O programa Erasmus + tem sido reconhecido como uma excelente oportunidade para o desenvolvimento de múltiplas competências (interpessoais, linguísticas, culturais), incentivando a criatividade, inovação, espírito empreendedor e promovendo a igualdade, coesão social e uma cidadania ativa e europeia.
Decorrente desta consciencialização e da aposta numa formação global da sua comunidade educativa, o Agrupamento de Escolas de Arrifana tem vindo a apresentar candidaturas europeias desde 2008 (Comenius, Leonardo Da Vinci e, atualmente, Erasmus+), quer KA1 (mobilidade individual para fins de qualificação docente), quer KA2 (cooperação para a inovação e intercâmbio de boas práticas, com mobilidade de alunos e docentes) e tem estabelecido consórcios com a autarquia para a dinamização de job shadowings, envolvendo outros agrupamentos do concelho.
Todos os projetos têm decorrido das necessidades do agrupamento e dos seus parceiros, contribuindo para melhorias em áreas prioritárias, como processos de ensino, gestão e liderança e combate ao abandono escolar, permitindo abordagens significativas relativamente a problemáticas atuais como bullying, refugiados, gestão da água e cidadania ativa.
O agrupamento está muito orgulhoso do que tem proporcionado aos seus alunos e docentes. Por um lado, o programa Erasmus+ tem contribuído para a mudança gradual da sala de aula, com práticas pedagógicas inovadoras. Por outro, tem permitido junto dos alunos o desenvolvimento das relações interpessoais.
Nas mobilidades realizadas, vivem como cidadãos, e não como turistas, ficando hospedados em famílias estrangeiras. Estreitam a sua relação com o mundo, realizam visitas culturais, refletem e agem em conjunto sobre questões atuais fundamentais, contribuindo assim para a sua formação pessoal e integral, espírito crítico e desenvolvimento de competências essenciais para o exercício de uma cidadania democrática.
Além disso, além do conhecimento de outras realidades culturais, ao apresentarem as atividades no seu país, aprofundam igualmente a sua própria cultura.
“Fiz uma viagem para fora do país e contactei com outras culturas. O facto de estarmos em contacto com pessoas de outros países e partilharmos a nossa própria cultura, com outras pessoas, foi incrível!”, diz Leonardo Santos, do 3º ciclo. “Não só aprendi mais sobre outros países como aprendi mais sobre a nossa própria cultura, pois exploramos muito o nosso país de uma forma que eu nunca teria explorado”, acrescenta.
Verifica-se que é uma experiência ímpar que os nossos alunos vivenciam e não esquecem, levando-os a expandir os seus horizontes para além da sala de aula.
Maria Pinheiro, igualmente do 3º ciclo, que também participou no projeto, conta que “foi, sem dúvida, uma das maiores experiências de sempre”. “Tive a oportunidade de viajar para a Grécia e conhecer sítios e pessoas incríveis. Ainda tenho contacto com muitas delas atualmente”, refere, sublinhando que “conhecer novas culturas, diferentes formas de viver, de pensar… faz tudo parte deste projeto”.
Um projeto que coloca os jovens “à prova”, com a possibilidade de mostrarem as suas capacidades. “Por exemplo, de nos desenrascarmos num país com uma língua diferente”, indica a jovem. “Fez-me crescer, aprender e desejar mais. Espero voltar a repetir a experiência ao longo do meu percurso académico”, conclui Maria Pinheiro.
O Agrupamento de Escolas de Arrifana pretende, assim, ir além dos conteúdos veiculados pelos programas e metas curriculares. Por isso, procura projetos que enriqueçam os alunos e lhes permitam uma formação integral, tornando-os cidadãos mais completos no seio de uma sociedade multicultural.
O Erasmus+, cofinanciado pela Comissão Europeia, é um programa europeu de apoio à educação, formação, juventude e desporto. Através do estabelecimento de parcerias entre países europeus e partindo de problemas identificados no Ensino Escolar, tem permitido que alunos e docentes possam beneficiar das suas mais valias, ao longo do seu percurso formativo.

8 Recomendações
20 visualizações
bookmark icon