Opinião

Questões da Nossa Cidade

• Favoritos: 5


I - Sem informação haverá sempre expeculação
A iniciada vacinação dos utentes dos Lares dos idosos, sendo uma grande parte delas pertenças das várias misericórdias, motivou uma certa acalmia aos familiares desses idosos e também nos responsáveis da gestão administrativa e da gestão técnica, uma vez que as coisas pareciam pender para um certo descontrolo.
O que por vezes não se entende é o porquê do secretismo da situação perante a opinião pública, que mais não faz do que motivar as habituais especulações contraditórias recorrente nas populações desinformadas.
Quando numa cidade com a dimensão da nossa, que tem dois jornais semanários e nada divulga sobre o que se passa nos nossos Lares de idosos, e quando um Município como o nosso divulga em Janeiro os resultados do coronavírus acontecidos em Novembro, bem, algo vai mal.

II - Aqui chegados...
Há cerca de 40 anos que sou colaborador do jornal “O Regional”. Desses 40 anos, 19 foram dedicados única e exclusivamente as crónicas do “Questões da nossa cidade”, ideia que surgiu um pouco antes das eleições autárquicas de 2001.
A ideia era o de fazer surgir e alastrar o hábito das pessoas terem opinião sobre as decisões políticas e sociais dos nossos autarcas, sem terem o receio de sofrer represálias por usarem um direito que é de todos: o direito de opinar!
Sendo a característica principal das crónicas o de abordar assuntos relacionado com a cidade, eu tinha que percorrer a nossa todos os dias em caminhadas para ver obras feitas ou a falta delas; apreciar situações e fazer denúncias. Enfim, era preciso andar, arranjar fontes de informação, umas mais viáveis que outras...
Ora bem: as condições alteraram-se; já não tenho a autonomia na mobilidade para percorrer a cidade, ver com os meus olhos aquilo que iria escrever.
Aqui chegados, acho que está na hora de fechar este capítulo da minha vida e partir para outra.
Quero dizer-vos que foi um privilégio ter vivido nesta terra 52 anos e ter conhecido tanta gente boa, aqui e nas localidades circunvizinhas.
Agradecer as pessoas que geriram o jornal nestes últimos 19 anos pelo apoio que sempre me foi dado.
Até sempre.

5 Recomendações
10 visualizações
bookmark icon