Opinião

Boa Sorte, Presidente


O Presidente bem pode garantir que hoje é o mesmo de há cinco anos. Só que as circunstâncias que o rodeiam são todas radicalmente diferentes.

Marcelo Rebelo de Sousa apresentou esta semana a sua recandidatura. Eleições são eleições. Mesmo assim, o mais provável é a sua reeleição para um novo mandato. Um mandato que vai ser excepcionalmente difícil. O Presidente bem pode garantir que hoje é o mesmo de há cinco anos. É verdade. Só que as circunstâncias que o rodeiam são todas radicalmente diferentes. E não falo apenas da pandemia, da economia e da crise social. Falo da política. O país está a ficar ingovernável. E pode caminhar a passos largos para a tempestade perfeita – não haver condições para governar, à esquerda e à direita. Regressa o espectro da instabilidade e dos governos de curta duração.


O Governo já não tem as condições que tinha para governar. Está mais fraco, mais dependente, mais dividido, mais cansado e mais vulnerável.


À esquerda é o que se vê. O PS está no Governo mas cada vez governa menos. Está claramente em fim de ciclo. Como se vê no orçamento aprovado que, de tão desfigurado, ficou uma manta de retalhos. Ou no bloqueio decidido em relação ao Novo Banco. Ou na intenção de levar o dossier da TAP a votos no Parlamento. Tudo são sinais de fraqueza e impotência. O Governo já não tem as condições que tinha para governar. Está mais fraco, mais dependente, mais dividido, mais cansado e mais vulnerável. E, pior, esta situação pantanosa pode arrastar-se no tempo em vez de ser clarificada. Por uma razão que escapa a muita gente: António Costa não quer disputar mais eleições. Quer apenas completar este mandato e rumar, a seguir, até Bruxelas, para um cargo europeu. Para isso, precisa que a legislatura vá até ao fim. (...)

Luís Marques Mendes


Este artigo pode ser consultado, em versão integral, na edição de 10/12/2020 do jornal O Regional. Assine já, desde 25 € por ano. Mais informações em assinaturas@oregional.pt

comments icon0 comentários
0 favoritos
10 visualizações
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *